INJEÇÃO INTRAVÍTREA – TRATAMENTO AVANÇADO DE RETINA CURITIBA
dezembro 23, 2018
dmri em curitiba
Degeneração Macular tem Cura? Tratamento da DMRI em Curitiba
fevereiro 5, 2019

MEDICAMENTOS ANTI-VGEF PARA COMBATER A DMRI – DEGENERAÇÃO MACULAR RELACIONADA A IDADE.

MEDICAMENTOS ANTI-VGEF PARA COMBATER A DMRI – DEGENERAÇÃO MACULAR RELACIONADA A IDADE.

A DMRI – Degeneração Macular Relacionada a Idade é uma doença que afeta pessoas com mais de 60 anos, e pode levar a perda da visão central, comprometendo seriamente a vida dos pacientes.

A doença é caracterizada pelo acúmulo de Drusas no fundo do olho, numa região conhecida como mácula, responsável pela visão central, nitidez e cores, além disso, ocorre um processo chamado de neovascularização, ou seja, surgimento de novos vasos sanguíneos, mais fracos, finos, que se rompem facilmente, causando hemorragias no fundo do olho.

Por isso a doença é chamada de DMRI ÚMIDA (Exsudativa) ou DMRI SECA, essa diferenciação ocorre porque a DMRI pode se apresentar detalhes diferentes.

A DMRI do tipo seca é a mais comum e atinge 90% dos pacientes, nesses existe a presença de DRUSAS, que são moléculas de coloração amarelada, composta de material orgânico, que se acumula no fundo olho.

Já a DMRI do tipo exsudativa (úmida) apresenta a formação de neovasos, que crescem de forma desordenada, apresentando uma estrutura mais fraca, rompendo-se facilmente e causando hemorragias, por isso é chamada de ÚMIDA. Essas hemorragias causam sérios danos a mácula, resultando na perda da visão central em pouco tempo.

 

MEDICAMENTOS ANTI VEGF

A DMRI do tipo úmida pode ser tratada com a INJEÇÃO INTRAVÍTREA, no qual são aplicados medicamentos dentro do olho, que conseguem parar o avanço da doença.

Os medicamentos conhecidos como ANTI-VEGF revolucionaram o tratamento da DMRI do tipo úmida, pois, antes disso a pouco se podia fazer pelos pacientes.

O processo de neovascularização é uma ação natural do organismo, conhecido como FATOR DE CRESCIMENTO ENDOTELIAL, que é a formação de uma proteína especial, que estimula o surgimento de novos vasos sanguíneos.
Quando esse processo ocorre de forma desequilibrada e dentro da retina, os vasos sanguíneos surgem sem necessidade, e são mais fracos, finos e se rompem facilmente, causando hemorragia e degenerando células da retina.
A medicação ANTI-VEGF bloqueia a ação do FATOR DE CRESCIMENTO ENDOTELIAL, e interrompe a progressão da DMRI – Degeneração Macular Relacionada a Idade.

Além disso muitos estudos indicaram que além de interromper a progressão da doença, muitos pacientes relataram que a visão melhorou após o tratamento, o que surpreendeu os médicos e pesquisadores, pois até então bloquear a doença já era um grande objetivo, conseguir melhorar a visão do paciente, tornou o tratamento ainda mais promissor.

É preciso ressaltar que cada caso, é um caso, os efeitos da medicação podem variar para cada paciente, mas estudos recentes indicam uma alta taxa de aceitação e resultados interessantes para mais de 90% dos pacientes que tem indicação para o tratamento de injeção intravítrea.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cirurgia de Retina e Catarata em Curitiba
Cirurgia de Retina e Catarata olho