Oclusão venosa da retina

A retina (camada mais interna do globo ocular) é alimentada por fluxos sanguíneos que proporcionam os nutrientes e o oxigênio necessário para as células nervosas ali presentes. Quando existe uma obstrução nas veias que chegam até a retina, pode ocorrer uma oclusão venosa da retina.

Ou seja, a oclusão venosa da retina, conhecida também pela sigla OVR, é um bloqueio das pequenas veias presentes na retina.

A OVR pode surgir em qualquer idade, embora seja mais frequente em pacientes com glaucoma ou acima de 65 anos.

Um dos sintomas mais relatados por pacientes portadores de OVR, é a visão borrada em um ou ambos os olhos. Os sintomas podem ocorrer repentinamente ou agravar-se ao longo dos dias.

Entre os fatores de risco, para a oclusão venosa das veias retinianas, estão:

  • Arteriosclerose;
  • Idade avançada;
  • Diabetes;
  • Pressão arterial alta;
  • Glaucoma, edema macular ou hemorragia vítrea.

De acordo com a veia obstruída, temos dois tipos distintos de OVR:

  • Oclusão de ramo da veia da retina (ORVR): Consiste na obstrução de uma ou mais ramificações da veia central da retina.
  • Oclusão da veia central da retina (OVCR): Consiste na obstrução da veia central da retina. (veia principal)

Para diagnosticar uma oclusão venosa da retina, são necessários diversos exames oftalmológicos que incluem:

  • Exame de fundo do olho;
  • Angiofluoresceinografia;
  • Retinografia;
  • Tomografia de Coerência Ótica.

A obstrução causada por uma OVR não pode ser revertida, porém existem formas de tratamento que podem amenizar a progressão da perda de visão, e até mesmo recuperar parte da visão afetada.

As principais medidas de prevenção consistem em dieta balanceada, exercícios físicos regulares, manter o peso ideal e não fumar. O tratamento a ser adotado, depende do tipo de oclusão venosa e de muitos outros fatores pessoais como glaucoma, catarata, diabetes, entre outros.

Segurança e eficácia no tratamento da OVR

Os tratamentos para controle da OVR podem ser realizados através de correções com laser, ou injeção de medicamentos. Ambos os tratamentos, têm como finalidade deter o crescimento vascular, liberando a pressão exercida sobre a retina.

Oclusão vascular da retina é um sintoma de patologia vascular, por esse motivo, as medidas para prevenir doenças vasculares, tendem a diminuir os riscos desta enfermidade.

O oftalmologista é o médico que está habilitado a avaliar e sugerir o tratamento adequado com base em cada caso particular. Ao notar qualquer sintoma, visite um oftalmologista imediatamente: patologias oculares podem ter progressão rápida, podendo levar à perda da visão se não diagnosticada e tratada prematuramente.

Cirurgia de Retina e Catarata em Curitiba
Cirurgia de Retina e Catarata olho