O que é Retinopatia Diabética?

A retinopatia diabética, patologia ocular diabética mais comum, ocorre quando há alterações nos vasos sanguíneos da retina. Muitas vezes, estes vasos podem inchar-se e deixar escapar fluídos, e até mesmo vedar-se completamente. Em outros casos, novos vasos sanguíneos crescem de forma anômala na superfície da retina.

Essa patologia, pode ocorrer tanto em pacientes com diabetes do tipo I como do tipo II.

retinopatia diabetica tratamento em curitiba

Olho saudável e com retinopatia diabética

Quais são os tipos de Retinopatia Diabética?

Existem dos tipos de retinopatia diabética:

  • Não proliferativa
  • Proliferativa

Retinopatia diabética não proliferativa

A retinopatia diabética não proliferativa, é a etapa inicial da doença e costuma ser assintomática. Alguns pacientes, apresentam edema macular, resultando em embaçamento visual.

Nessa fase, ocorrem lesões nos vasos sanguíneos da retina como dilatações dos capilares. Quando existe esta condição, os vasos sanguíneos deteriorados deixam escapar fluídos de sangue dentro dos olhos. Ocasionalmente, depósitos de colesterol e outras substâncias sanguíneas podem entrar na retina.

Retinopatia diabética proliferativa

A retinopatia diabética proliferativa, é a fase mais grave da doença. Devido às contínuas lesões que sofrem os vasos sanguíneos pelos elevados níveis de glicose, muitos deles acabam fechando completamente, impedindo a chegada de sangue e nutrientes à região da retina. Esta zona da retina procura obter oxigênio e nutrientes, produzindo novos vasos sanguíneos.

Esses novos vasos que crescem de forma anômala, podem sangrar e produzir hemorragias vítreas, ou ainda, podem fazer com que a retina se desprenda.

Por esses motivos, é de extrema importância que o paciente diabético receba acompanhamento oftalmológico. Tal acompanhamento, identificará de forma precoce qualquer alteração, reduzindo assim o risco de perda visual severa.

Causas da Retinopatia Diabética

Existem alguns fatores que aumentam os riscos de apresentar retinopatia diabética.

A maior causa da doença é a Diabete Mellitus, uma vez que o corpo não consegue processar adequadamente os alimentos e a deficiência de insulina produzida.

Grupos de risco

Pacientes diabéticos possuem cerca de 25 vezes mais chances de perder a visão, do que as pessoas não diabéticas.

Em média 75% dos portadores de diabetes há mais de 20 anos desenvolvem a retinopatia diabética.

Pacientes hipertensos ou com altos níveis de colesterol (LDL), também têm aumentado o risco de desenvolver retinopatias.

Cirurgia de Retina e Catarata em Curitiba
Cirurgia de Retina e Catarata olho