Cirurgias para doenças da retina

Vitrectomia é uma técnica de microcirurgia ocular que se utiliza para extrair o vítreo, ou seja, o conteúdo gelatinoso e transparente que preenche o globo ocular.

Trata-se de um procedimento, que tem permitido que muitos pacientes que poderiam ter perdas irremediáveis da visão, possam mantê-la ou recuperá-la a níveis muito satisfatórios.

A técnica está indicada para curar e tratar patologias próprias do vítreo, tais como: descolamento de retina, retinopatia diabética, buraco de mácula, hemorragia vítrea, membrana epirretiniana, entre outras.

Como é feita a cirurgia de Vitrectomia?

A vitrectomia é um procedimento ambulatorial de curta duração, dependendo da patologia a ser tratada. Normalmente o paciente recebe anestesia local com sedação.

Durante o procedimento o médico utiliza minúsculos equipamentos, que permitem a realização da cirurgia com três incisões muito pequenas de até 0,5 mm (25G) possibilitando uma recuperação mais rápida e tranquila no pós-operatório.

O cirurgião realiza uma incisão na parte branca do olho (esclerótica). O humor vítreo é retirado, com tecidos cicatriciais. São realizadas as reparações necessárias, de acordo com a patologia a ser tratada. Em seguida, o humor vítreo é substituído por outro tipo de líquido: solução salina, ar, óleo de silicone ou gás.

Em cirurgias de membrana epirretiniana ou de buraco macular, são utilizados corantes especiais e micro pinças, para remover as finas membranas causadoras do problema

Cirurgia de Retina e Catarata em Curitiba
Cirurgia de Retina e Catarata olho